Muito difícil mesmo esta quadra da história que estamos vivendo. O companheiro Wagner Lino, militante da AE de São Bernardo do Campo, partiu na noite do dia 2 de julho, mas deixou aqui um enorme legado. Partiu com muita vontade de lutar. E lutou até o fim, com a serenidade dos velhos comunistas que se alimentam da certeza de estarem do lado certo e justo da história.

Estava lá firme no dia da prisão do Lula, apontando que teríamos um longo caminho de resistência pela frente e que era preciso nos prepararmos mais e melhor.

Participou ativamente do ultimo congresso municipal da AE, já com a saúde debilitada, mas com a lucidez e a energia do pensamento de sempre. Falou muito do discurso do Lula no dia da prisão e da greve de 1979 em que ele, Wagner, teve um papel importante. Falou da importância da AE se preparar para os desafios futuros e do quanto nossa luta no PT é importante. Falou com o coração, com a emotividade que quem o conheceu sabe que ele era capaz, por baixo daquele jeito durão.

Wagner Lino foi homenageado no ultimo Congresso Nacional da AE, que realizamos em Aracaju. Nao pode ir, mas mandou um video que revela o seu enorme compromisso militante com a construcao de um mundo novo, no qual tenha lugar um Brasil socialista.

Wagner se foi e deixa um vazio muito grande. Mas maior que este vazio é a certeza de que ele foi em paz, certo de que fez o seu melhor e que a vida segue com a luta dos seus companheiros e companheiras.

Wagner Lino presente, agora e sempre!

Direção nacional da tendência petista Articulação de Esquerda

 

Veja também:

Nota da Executiva Nacional do PT

Nota de Lula

 

Comente!

Fechar Menu
×
×

Carrinho