Hoje é um dia histórico para a Colômbia e para toda a América Latina e Caribe.

Pela primeira vez, o povo colombiano elegeu um governo de esquerda: Gustavo Petro e Francia Márquez do Pacto Histórico alcançaram ao redor de 50% contra 47% do conservador Rodolfo Hernández.

Considerando os dois turnos presidenciais e a eleição legislativa anterior, foram três derrotas eleitorais seguidas da extrema direita uribista.

Esta vitória não foi meramente eleitoral. Como no Chile, as urnas colheram o resultado plantado nas ruas.

No caso da Colômbia, em 2021 aconteceu o Paro Nacional, um conjunto de mobilizações, atos e greves que comoveram o país. O uribismo e os paramilitares responderam com a violência de sempre: foram ao redor de 80 o número de militantes assassinados durante a repressão ao Paro.

A mobilização e a organização popular contribuíram para a vitória do Pacto Histórico nas eleições para o legislativo e, agora, também na eleição para a presidência.

Os desafios futuros são enormes, desde garantir a paz na Colômbia, colocar fim ao assassinato de lideranças políticas e sociais, afirmar a soberania e a autonomia perante os Estados Unidos, enfrentar as desigualdades sociais e a miséria que assolam o país. Mas um passo fundamental foi dado: a conquista da presidência.

A Colômbia demonstrou que derrotar eleitoralmente a direita é difícil, é duro, mas é perfeitamente possível, especialmente se combinarmos uma tática eleitoral correta, com a organização e a mobilização popular, importantes inclusive para sustentar e fazer avançar as transformações desejadas pelo povo.

As vitórias eleitorais recentes no Chile, Peru, Bolívia e Honduras, a presença de governos liderados pela esquerda, como a Argentina, Cuba, Nicarágua e Venezuela, a vitória de hoje na Colômbia e a vitória que estamos construindo no Brasil abrem novamente as alamedas por onde passará a integração latino-americana e caribenha, condição essencial para garantir nossa soberania frente ao imperialismo norte-americano, assim como para garantir um desenvolvimento econômico associado ao bem estar da classe trabalhadora da região, combinando tudo isto com uma democracia real para nossos povos.

Obrigado a todos e a todas que entregaram suas vidas para que este momento pudesse chegar!

Obrigado povo colombiano!

Novos triunfos virão!

A direção nacional da tendência petista Articulação de Esquerda

Deixe um comentário