Editorial da revista Esquerda Petista – 2022, um ano especial

Nesta décima-terceira edição, publicamos três artigos sobre a situação internacional: um deles sobre a América Latina, outro sobre a China e o terceiro sobre os Estados Unidos, neste último caso de autoria de Jana Silverman, socialista estadunidense que nos demonstra que o governo Biden não é uma “revolução”, em nenhum sentido. Aliás,
vale o registro: assim como a direita sempre enxerga um comunista por detrás de cada reformista, existe um setor da esquerda brasileira sempre disposto a ver um “democrata radical” onde só existe um liberal conservador.

A décima-terceira edição também publica diversos artigos sobre a situação nacional, alguns deles de natureza mais ensaística (como os de Rui Falcão e Maria Carlotto), outros focados em situações e temas específicos por nós considerados emblemáticos: Alckmin, a federação, a violência política da direita, a situação no Rio Grande do Sul.

Também trazemos vários textos de contribuição ao debate programático, a maioria deles escritos por militantes petistas, porém não militantes da AE.

A edição tem seções dedicadas à Esquerda e ao Partido, respectivamente. A primeira delas contém textos sobre a recente cisão ocorrida na Consulta Popular, bem como sobre duas iniciativas de “frente ampla, mas de esquerda”: o blog Manifesto Petista e a Escola Latinoamericana de História e Política. A segunda traz um ensaio sobre o “tarsismo”, além de textos sobre o voto do senador Rogério Carvalho em favor do orçamento secreto, sobre a situação do PT na Paraíba e sobre o recente congresso da JPT.

Finalmente, mas não menos importante, temos a resenha de um livro e três textos sobre filmes recentes. Fica como promessa para a próxima edição da revista comentários sobre a série Dark e sobre o novo Matrix, assim como sobre Fundação, Y: O Último Homem e The Expanse. Certamente publicaremos resenhas e críticas de outras cepas, digamos assim, bastando para isto que as pessoas interessadas nos enviem seus textos.

A próxima edição de Esquerda Petista sairá em algum momento do ano de 2022, ano cheio de efemérides passadas e que nos esforçaremos ao máximo para que seja comemorado no futuro como o início do fim do bolsonarismo, do lavajatismo e do neoliberalismo no Brasil. E para não dizer que não falamos de flores, também em 2022 – além do bicentenário da Independência, do centenário da Semana de Arte Moderna e do tenentismo – vamos comemorar os cem anos de criação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas e o centenário de fundação do Partido Comunista em nosso país. Dois marcos históricos de imensa relevância para quem, como nós, segue lutando por uma revolução que permita superar o capitalismo e todas as formas de exploração e opressão.

Os editores

PS> Aviso aos leitores: fechamos e divulgamos a versão digital desta edição na última semana de dezembro de 2021. Durante os primeiros 15 dias de janeiro de 2022, deixaremos a revista descansar e lá pelo dia 16 a divulgaremos novamente, com eventuais modificações sugeridas pelos autores. Portanto, colecionadores, busquem as diferenças entre uma e outra versão.

PARA BAIXAR A REVISTA NA ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

(*) redacao@pagina13.org.br

Comente!