Francisca Trindade

Na edição 47, a revista Revestrés fez uma bela homenagem a Francisca Trindade, liderança popular do Piauí que morreu no exercício do mandato de Deputada Federal em 2003. Veja:

Francisca das Chagas da Trindade nasceu em 26 de março de 1966, em Teresina. Foi professora nos ensinos médio e fundamental, após se formar em Teologia na Universidade Federal do Piauí, onde também cursou Filosofia, curso que não chegou a concluir.

Trindade exerceu intenso ativismo social, representando o Piauí na Central Nacional de Movimentos Populares, além de uma das mais ativas organizadoras da Articulação Nacional do Solo Urbano. Como militante política, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores, disputando em 1992 o cargo de vereadora em Teresina. Não obteve votos suficientes para ser eleita, mas ficou na suplência. Em 1995 assumiu o mandato após a saída do então vereador Wellington Dias, mas, em nova tentativa nas eleições do ano seguinte, chegou à Câmara Municipal como vereadora eleita.

Começa então uma das mais promissoras carreiras da política regional. Já em 1998, em rápida ascensão, é eleita deputada estadual, sendo a candidatura mais votada na capital e na quinta colocação no estado. Com sua postura aguerrida, presidiu a Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa. Em 2002 obteve mais de 165 mil votos e tornou-se, até então, a parlamentar com a maior votação na história do estado ao conquistar uma vaga na Câmara Federal.

A guerreira Trindade, como era chamada por sua incisiva atuação nos movimentos sociais nas mais diversas áreas, como a favor dos sem-teto, pelas mulheres e contra o racismo, foi uma das fundadoras de um dos maiores assentamentos urbanos da América Latina, a Vila Irmã Dulce, na capital piauiense.

Considerada favorita nas eleições para a prefeitura de Teresina em 2004, não teve tempo de realizar mais essa conquista e o sonho de alterar os rumos da história: faleceu prematuramente aos 36 anos, deixando sua marca na política e no sentimento popular do Piauí.

Para baixar a revista Revestrés, clique aqui.

Deixe uma resposta