Por Giucélia Figueiredo (*)

Para o PT de João Pessoa, as eleições municipais de 2020 serão fortemente ideológicas e influenciadas pelo cenário nacional. O PT tem a autoridade de quem implementou o maior projeto de crescimento, geração de empregos e inclusão social desse país, liderado por Lula e Dilma. Portanto, tem legitimidade para travar esse debate.

O reflexo da política nefasta da extrema direita que hoje governa o país tem relação direta com os problemas hoje enfrentados nos nossos municípios, como a segurança, a educação, a mobilidade urbana e a saúde. Precisamos urgentemente debater e trazer para a roda de diálogo todos os atores sociais que atuam no cotidiano das nossas cidades.

O PT de João Pessoa priorizou dois eixos que nortearão sua participação no cenário eleitoral de 2020: O primeiro será debater a cidade de João Pessoa, buscando através da participação de sua militância e dos diversos atores sociais, a formulação de um Programa Democrático e Popular que traga sustentabilidade à cidade. O segundo eixo é a construção de uma chapa proporcional forte ideologicamente e de caráter militante capaz de se contrapor aos representantes do bolsonarismo na nossa cidade. Faz-se necessário aproveitar o cenário eleitoral para polarizar sobre as consequências desastrosas das políticas implementadas pelo Governo Bolsonaro, sobretudo nos municípios do nordeste.

Fortalecendo esses eixos, o PT realizou reunião com a Diretoria Executiva Municipal do PCdoB, quando se reafirmou a defesa do Campo Democrático e Popular e a realização de um Fórum de Debates sobre os problemas específicos da cidade de João Pessoa, com a finalidade de, após identificá-los e a partir do diálogo com a sociedade, elaborar propostas para melhorar a qualidade de vida da população.

Estamos preparados para qualquer cenário na disputa de 2020, seja com candidatura própria, seja apoiando candidaturas do Campo Democrático e Popular. A nossa ação reside no enfrentamento ao Governo Bolsonaro e seus representantes, caracterizados por um governo autoritário e incompatível com o estado democrático de direito.

(*) Giucélia Figueiredo é presidente municipal do PT João Pessoa

Comente!