Por Fausto Antônio

l

Agatha e Gavita tocaram as estrelas em Cruz. Gavita tocou em nome do Cruz desterrado;

Agatha em nome dos negros mortos e emparedados.

Em cruzes , espadas ogivas zumbindo, soaram tambores de bocas.  

ll

Amor  e morte, Agatha, extremos e próximos beijos.

Um é carne, o outro; fogo branco, da carne se desfaz.

lll

Amor e morte,  extremos tão próximos, 

um queria o viço de fogo e saliva, 

o outro; o corpo todo em cinzas 

ou em fogo  branco se consumindo.

lV

Agatha, toma o meu beijo

no teu corpo frio, a minha cruz

encruzilhada no Cruz que, do Desterro,

vela com vozes zumbindo nossos beijos

negros flagelados por balas brancas

dilacerantes e silêncios de bocas e beijos divergentes;

o meu, Agatha, é brado e vida, o outro; mudo branco fogo,  é morte e dele balas brancas

vulcanizadas vazam velozmente corpos negros.  

Agatha, toma o meu beijo zumbindo Palmares. Toma!

 

 

Comente!

Fechar Menu
×

Carrinho