Boletim interno da Direção Nacional da

tendência petista Articulação de Esquerda

N°280 (26 de maio de 2021)

 

1.Reunião da Dnae

 A direção nacional vai se reunir no dia 30 de maio, com a seguinte pauta: 1/resolução sobre conjuntura; 2/Informe e deliberações sobre o GTA; 3/Informes e deliberações sobre setorial de juventude; 4/Informe e deliberação sobre encontros setoriais do PT; 5/Informe e deliberação sobre o setorial de combate ao racismo; 6/Informe sobre plenária nacional do setorial LGBT+; 7/Informe e deliberação sobre conferência de mulheres; 8/Informe e deliberações sobre Encontro nacional livre; 9/Informes e deliberações sobre a FPA; 10/Informe e deliberações sobre a bancada federal; 11/Informe e deliberações da tesouraria; 12/Informe e deliberações da formação; 13/Informe e deliberações da comunicação; 14/Informe e deliberações sobre estados (ver ponto 5 deste OM);  15/encaminhamentos pendentes (ver ponto 6 deste Orientação Militante);

xxxxxxxxxxxxxxxx

2.Nova Primavera

 No dia 30 de maio faremos a segunda plenária nacional reunindo os militantes da AE que estão participando da Nova Primavera.

A primeira plenária foi para troca de experiências e informações e ocorreu no dia 16 de maio das 9 às 12h.

A segunda plenária será no dia 30 de maio, das 9h as 12h, para debater nossa proposta de organização de núcleos de base e para debater nossa proposta para a conferência nacional de formação política do PT. Quem quiser participar deve solicitar o link para os integrantes da Dnae.

Nesta segunda plenária teremos também um informe do minicurso sobre a Jornada Nova Primavera, promovido pelo Centro Cultural Esperança Vermelha.

Lembramos que este minicurso será novamente oferecido em Junho e Julho:

Versão Junho

4/6 21h às 23h00, Tema 1

5/6 – 14h as 16, 16h30 as 18h30, 20h00 as 22h00, Temas 2, 3 e 4

6/6 – 10h as 12h, 14h as 16, 16h30 as 18h30, Temas 5, 6 e 7

Versão Julho

1/7 – 16h30 às 18h30 – Tema 1

2/7 – 21h00 às 23h00 – Tema 2

14/7 – 21h00 às 23h00 – Tema 3

15/7 – 21h00 às 23h00 – Tema 4

21/7 – 21h00 às 23h00 – Tema 5

227 – 21h00 às 23h00 – Tema 6

23/7 – 21h00 às 23h00 – Tema 7

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

3.Segunda etapa do congresso

A direção nacional da tendência petista Articulação de Esquerda convocou a segunda etapa do 6º Congresso. O regimento está site. Lembramos algumas das datas principais:

*Até o dia 20 de junho de 2021, a Dnae realizará plenárias abertas à militância petista em geral, para apresentar a resolução aprovada pela primeira etapa do Congresso 2021. Simpatizantes da AE que desejem filiar-se à tendência poderão fazê-lo nesta plenária, diretamente junto à Dnae, que encaminhará os nomes para aprovação das respectivas direções estaduais, nos termos do nosso regimento interno.

*Até o dia 27 de junho de 2021, devem ser realizados congressos municipais da AE.

*Os congressos estaduais da AE devem ser realizados no mês de julho de 2021, em datas a serem definidas por cada direção estadual OU, onde não existir direção estadual, pela direção nacional da AE.

*Nos dias 7 e 8 de agosto acontecerá a segunda etapa do Sexto Congresso nacional virtual 2021 da tendência petista Articulação de Esquerda.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

4.Informe censo da militância

Pessoas que ainda não responderam, favor contatar urgente o Adriano Bueno.

Pessoas que já responderam e querem ter acesso a sistematização dos dados, basta solicitar à um dirigente nacional.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

5.Informes dos estados

Solicitamos que os estados entrem em contato com os respectivos dirigentes: Mucio Magalhães PI, PE, PB e SE; Valter Pomar Sudeste e Norte e do Maranhão; Daniela Matos MT e GO; Natalia Sena RN, CE, BA e AL; Patrick MS e DF; Júlio Quadros região Sul.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

6.Encaminhamentos pendentes

 O Congresso aprovou algumas deliberações organizativas, que serão debatidas pelo Dnae no dia 30 de maio, a saber:

-realizar em todos os estados e no maior número possível de cidades, plenárias abertas de apresentação das resoluções da primeira etapa do 6º congresso da AE (ao estilo do que fizemos no Contramola de 28 de abril);

*realizar a segunda etapa do 6º congresso virtual 2021 no maior número possível de estados e cidades;

-orientar (vide regimento) que os congressos municipais e estaduais da segunda etapa aprovem resoluções políticas e organizativas específicas (sobre a cidade e/ou estado respectivo), bem como elejam direções com real capacidade operacional;

*naqueles estados onde não conseguirmos realizar a segunda etapa, caberá à nova Direção nacional convocar plenárias para organizar a tendência, tendo como meta chegar ao final de 2021 com direções em todos os estados brasileiros e direções municipais nas 49 cidades com mais de 500 mil habitantes;

*reeditar a cartilha de apresentação da AE;

*produzir um vídeo de apresentação da tendência;

*produzir um “poudicasti” de apresentação da tendência;

*deflagrar, ainda em 2021, uma campanha especial de finanças, com o objetivo de receber doações de simpatizantes da tendência para sustentar e ampliar nossas atividades de formação e comunicação;

*formular e aprovar na segunda etapa do congresso alternativas de contribuição material para a militância desempregada e/ou sem fonte de renda, além daqueles mecanismos já previstos no regulamento interno da AE;

*prosseguir o cadastro nacional de militantes da AE, incluindo na atual e nas próximas pesquisas perguntas que visem detectar as capacidades técnicas e profissionais que possam ser úteis para a organização;

*manter nossos atuais meios de comunicação (site, jornal e editora Página 13; revista Esquerda Petista; podcast Em Tempos de Guerra, A Esperança É Vermelha; lives Antivírus e Contramola; boletim Orientação Militante), ampliar sua qualidade e organizar sua difusão profissional, bem como nossa atuação pública nas redes sociais (perfis no Instagram e Twitter; página e grupo no Facebook; canais no YouTube), e nos meios internos de comunicação (listas de e-mails e grupos no WhatsApp, Telegram, etc.);

*realizar o curso de trabalho de base, incluindo elaboração e troca de experiências sobre métodos de agitação política presencial e virtual;

*implementar experiências piloto de distribuição do jornal Página 13 em portas de fábricas, praças, ruas e comunidades, combinando isso com atividades de finanças;

*realizar, em janeiro de 2022, a tradicional jornada nacional de formação política, bem como estimular que os estados e municípios façam o mesmo;

*organizar, ainda em 2021, uma atividade de formação em cada Estado, de modo a recepcionar novos filiados e formalizar a situação de militantes de fato da AE mas que ainda não estão filiados formalmente, bem como fazer a  apresentação das resoluções da AE aos simpatizantes da tendência, de modo a convidá-los à militância na Articulação de Esquerda;

*elaborar um projeto e iniciar a implementação nos estados e municípios, de uma rede de Cursinhos Populares Clóves Castro, como forma de combater a evasão escolar, contribuir para o ingresso de jovens da classe trabalhadora ao ensino superior e organizar e formar politicamente a juventude nos municípios;

*mapear o desempenho das candidaturas de juventude da AE em 2020, como parte da disputa ideológica e política contra a postura predominante em outras iniciativas, como o Representa;

*realizar plenárias nacionais, sob coordenação da Dnae em articulação com as coordenações setoriais e direções estaduais e municipais, para debater nossa intervenção nas mais diferentes frentes de atuação (por exemplo, cultura, pessoas com deficiência, saúde, direitos humanos, TI, saúde mental, educação, comunicação, formação política , moradia, rurais, lutas ambientais , juventude, mulheres, combate ao racismo, LGBT+, militantes participantes do Nova Primavera, direções partidárias, governos, bancadas, eleições 2022 etc.);

*ampliar a presença da AE no movimento sindical, estimulando que cada militante esteja sindicalizado e envolvido na organização da sua categoria, articulando-se com outros militantes da tendência ou próximos, tendo como objetivo fortalecer a CUT, seja reforçando a agenda da Central nos sindicatos filiados ou construindo um movimento de filiação daqueles que estão filiados a outra Central ou não possuam filiação a central alguma. Também realizar a articulação com a CUT de grupos organizados de trabalhadores que não constituam uma categoria propriamente dita ou que ainda não constituam um sindicato;

*continuar apoiando o projeto da Elahp, o projeto do blog MANIFESTO PETISTA e a proposta de convocação de um “encontro nacional livre”, para debater temas estratégicos e programáticos.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

7.Próxima reunião Dnae

27 de junho, das 18h às 22h

xxxxxxxxxxxxxx

8.Expediente

Orientação Militante é um boletim interno da Direção Nacional da tendência petista Articulação de Esquerda. Responsável: Valter Pomar. A direção da tendência é composta por: Mucio Magalhães (PE) eleições 2020 e acompanhamento do PI, PE, PB e SE; Valter Pomar (SP), coordenação geral, comunicação e acompanhamento das regiões Sudeste e Norte e do Maranhão; Damarci Olivi (MS), finanças; Daniela Matos (DF), formação, cultura, LGBT e acompanhamento do MT e GO; Natalia Sena (RN), acompanhamento da bancada parlamentar e dos Estados do RN, CE, BA e AL; Jandyra Uehara, sindical e acompanhamento dos setoriais de mulheres; Patrick (PE), acompanhamento da juventude, do setorial de combate ao racismo, do MS e DF; Júlio Quadros (RS), acompanhamento dos setoriais de moradia, rurais e da região Sul. Comissão de Ética: Jonatas Moreth(DF), titular; Sophia Mata (RN), titular; Rosana Ramos (SP), suplente; Pere Petit (PA), suplente.

 

Comente!