Companheiras e companheiros,

Seguindo o lançamento pioneiro da nota  do Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Boston/EUA, diversos núcleos, pré-núcleos e filiados do PT no exterior – a saber os núcleos  de Bruxelas (Bélgica), de Londres (Inglaterra), de Paris (França), assim como os pré-núcleos da Alemanha,  da China,  de Roma (Itália) –, bem como militantes dos núcleos do núcleo de Madri (Espanha),  do pré- núcleo de Bolonha ( Itália), além de filiados residentes no exterior,   se sensibilizaram sobre a decisão tomada pelo  Diretório Nacional do PT (DN-PT) de 7 de agosto de 2020. Nesta se autoriza o apoio do PT de Belford Roxo/RJ à reeleição de Waguinho (MDB), o mesmo que em 2018 fez campanha para Jair Bolsonaro e que, mesmo na conjuntura atual, permanece na base de apoio a este governo. O recurso ao DN-PT foi encabeçado por Tayná Sena, companheira petista que colocava sua pré-candidatura à prefeitura pelo PT.

Tal decisão do DN-PT surpreendeu boa parte da militância petista no Brasil e no exterior que busca sempre lutar em defesa do PT e de Lula e contra a ofensiva golpista desencadeada em 2016. Ofensiva esta que resultou na eleição de Bolsonaro e, desde então, nos mais violentos ataques aos direitos dos trabalhadores e à soberania nacional.

Apoiado pelos partidos do chamado “centrão”, o programa bolsonarista é responsável pela destruição de direitos sociais e trabalhistas, desmantelamento de serviços públicos, destruição da Amazônia, desrespeito a direito de negros, mulheres, e povos originários e pelo profundo fracasso na resposta à pandemia pelo coronavírus, que já ceifou mais de 120 mil vidas no Brasil.

Em novembro de 2019, o 7º Congresso do PT decidiu que “as alianças necessárias são programáticas, com base numa plataforma de governo que contemple as demandas mais imediatas do povo, ou seja, alianças anti-imperialistas (…). Não cabem alianças com partidos que dão sustentação ao programa de destruição da nação e dos direitos da classe trabalhadora imposto por Bolsonaro”.

Frente a esta decisão e visando manter sua coerência, acreditamos que a tratativa do 7º Congresso conforme destacada acima deve ser o norte do PT nas eleições municipais de 2020. Nos somamos, portanto, ao grande movimento por parte de dirigentes petistas e outras lideranças populares que apelam ao DN-PT que reconsidere a decisão. Para que o PT possa ajudar a classe trabalhadora e oprimida a reestabelecer direitos sociais e democráticos.

Saudações petistas,
Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Boston/EUA
Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Bruxelas/Bélgica
Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Londres/Inglaterra
Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Paris/França
Pré-Núcleo do Partido dos Trabalhadores da Alemanha
Pré-Núcleo do Partido dos Trabalhadores da China
Pré-Núcleo do Partido dos Trabalhadores da Irlanda

Pré-Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Roma/Itália

Lilian dos Santos Gonçalves e Frida Cristina Barbosa, militantes do Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Madri

Gabriela Lima e Giuditta Ribeiro, militantes do Pré- Núcleo do Partido dos Trabalhadores de Bolonha,

Filiados ao PT que militam no exterior:

Miriam Madureira,  militante petista no México/México
Erica Caminhas, militante petista em Munique/Alemanha
Renecéya Mara de Mello Assis, militante petista em Madri/Espanha
Paulo Illies, militante petista em  Portugal

Elisangela Aparecida da Rocha, militante petista em Portugal

Filiados residentes no exterior que queiram assinar a nota – incluir nome e país no seguinte formulário: https://bit.ly/3m1YYTq

Comente!