A Articulação de Esquerda – Pará, tendência interna do Partido dos Trabalhadores, vem a público manifestar total repúdio à repressão praticada pela Polícia Militar do Pará contra os servidores estaduais em luta para barrar as mudanças na previdência estadual encaminhadas pelo governo Hélder Barbalho (MDB) à ALEPA.

Somos coerentes com a luta política empreendida pelo PT, nas ruas e parlamentos, contra a reforma da previdência de Bolsonaro/Guedes e por isso nos posicionamos contrários ao projeto de reforma do Sr Hélder que põe na conta dos servidores o déficit previdenciário.

A nota apresentada pela executiva estadual e a postura da bancada do PT caminham no sentido contrário das aspirações da classe trabalhadora no Pará e no Brasil. Na lógica de se conseguir um “mal menor”, a maioria do partido e sua bancada na ALEPA, na prática, agiram como força auxiliar da direita.

Para ser fiel à classe que dá nome ao partido, o PT deve romper com o governo Hélder e denunciar o arrocho salarial praticado contra os servidores. A ação da PM do Pará mostra mais uma vez a unidade programática e de ação do governo Hélder com o governo Bolsonaro.

Nem um direito a menos! Fora Bolsonaro! Abaixo a repressão contra os trabalhadores!

Articulação de Esquerda – Pará. Belém, 17/12/2019.

Comente!