O Renova ANDES, para Nilma Lino Gomes (UFMG), tem o compromisso do diálogo com o movimento negro, com o movimento de mulheres, com o indígena e quilombola, sujeitos sociais que hoje estão dentro da universidade e que “exigem uma nova postura da categoria docente e também da gestão universitária“.

Veja o seu apoio:

Comente!