Página 13 divulga manifesto, articulado pela militância de vários setores do Partido dos Trabalhadores, em defesa do SUS e  da luta pelo socialismo. Quem deseja aderir ao documento, basta preencher os dados no seguinte formulário:  https://forms.gle/MHBdDFstM5gDL8C67

MANIFESTO LUTA SAÚDE – PELA VIDA E PELO SOCIALISMO!

O Brasil hoje se encontra no epicentro da mais grave crise social, econômica e ambiental no mundo no último século. Frente a este cenário de centena de milhares de mortes, o governo Bolsonaro, com apoio de seus cúmplices, resolveu executar seu plano pérfido de “imunidade de rebanho”, que nada mais é do que o genocídio de milhões de compatriotas, a serem chorados por nossas famílias.

Diante disso, nós, do Coletivo LUTA SAÚDE acreditamos no papel fundamental do Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras – PT, com os compromissos constantes nos princípios originais de sua fundação. Por isso, somos militantes na linha de frente das lutas:
– em defesa do Sistema Único de Saúde – SUS 100% Público, universal e de qualidade; e
– para avançar uma Reforma Sanitária, que venha a trazer saúde e saneamento ambiental para vida do povo trabalhador deste país!

O Coletivo LUTA SAÚDE é formado por homens e mulheres, militantes petistas na saúde, que inicialmente se aglutinou em torno das forças do movimento “Muda PT”, em 2017, e, que continuamente a se reúne, escreve, propõe, intervém, e promover debates, desde então, seguros de que outro mundo é possível.

Nesta construção, conclamamos a todos/as, companheiros e companheiras, a se unirem conosco na batalha em defesa do SUS 100% Público e Estatal, em defesa do Brasil.

Sim, estamos em LUTA contra o sistema de exploração do homem pelo homem, que aqui assume sua face mais perversa: uma versão local miliciana e reacionária do fascismo – o bolsonarismo.

Homens e mulheres são cada vez mais vítimas da fome e de doenças evitáveis. A abissal desigualdade social, que decorre da imensa concentração de renda e riquezas, cada vez mais se aprofunda no país, e condena à morte a juventude negra e pobre – em nome de uma falaciosa “guerra às drogas”, que, na prática, converte-se na mais eficiente e cruel política pública antipovo.

Ao mesmo tempo, a classe dominante, o capital especulativo financeiro e seus tentáculos, que dá sustentação a este morticínio, continua contando seus lucros exorbitantes. Os caças-níqueis dos planos privados de previdência, por exemplo, convertem o adoecimento do povo num grande negócio.

Assim, nossa LUTA é permanente!

Para avançarmos e alcançarmos vitórias, no entanto, é preciso mais. É preciso UNIDADE.

Unidade, para resistir e defender as conquistas. Unidade, para fortalecer o Estado democrático de Direito, contra o desmonte do SUS e das bases da Reforma Sanitária.

Mesmo compreendendo os limites da institucionalidade formal das políticas eleitorais frente à construção da sociedade justa com o qual sonhamos, entendemos que é preciso aprofundar os mecanismos comunitários, participativos e libertários da classe trabalhadora.

A LUTA é todo dia, em cada comunidade!

A luta em defesa do SUS 100% Público e por seu avanço, vem unida às demais lutas populares: A defesa do Meio Ambiente e por sustentabilidade; a luta dos povos originários e saberes tradicionais; a luta pelo direito à cidade e saneamento básico digno para todos; a luta em defesa do pleno emprego e da economia solidária; a luta antirracista, feminista e LGBT; enfim, A LUTA EM DEFESA DO SUS é transversal e dialoga com todas as pautas do povo brasileiro.

É com base nisso que o COLETIVO LUTA SAÚDE, nos colocamos como parte desta construção, cerrando fileiras com o povão e o nosso instrumento de classe: o Partido dos/as Trabalhadores/as. Acreditamos que é possível avançar, com consciência e organização de massas, na defesa do SUS 100% Público, com mais serviços públicos, regionalização das ações e garantia de acesso universal. Queremos mais Democracia e Controle Social na Saúde!

Porque o tempo não pára. E as ruas têm pressa de democracia radical partidária, DE LUTAR PELA VIDA E PELO SOCIALISMO!

ASSINAM:

1- Sílvia Fernandes – BA
2- Nayara Oliveira – SP 3- Itamar Santos – RS
4- Iris Maria – PE
5- Fernando Severino – PE 6- Sebastián Archer – RJ
7- Francisco Funcia – SP
8- Tomaz Pinheiro – RJ
9- Sebastião Matias – CE
10- Hélvia Maria V. Moreira – MG
11- Olga Estefania – PR
12- Paulette Cavalcanti – PE
13- Carlos Ocke – RJ
14- Pedro Salles – RJ
15- Ronaldo de Souza Costa – MS
16- Ricardo Menezes – SP
17- Janine de Azevedo Machado – MG
18- João Neto – PE
19- Daniel Bonifácio – BA
20- Maria Lins – AL

PARA ADESÕES AO MANIFESTO: https://forms.gle/MHBdDFstM5gDL8C67

LUTA SAÚDE
05 de junho de 2021

Contatos:
@lutasaude13 (insta)
@coletivolutasaude (facebook)

 


 

Comente!