Por Valter Pomar (*)

Confirmaram presença Michel Temer, Fernando Henrique, Luciano Huck, José Sarney, general Santos Cruz, Bruno Araújo (presidente do PSDB), Tasso Jereissati, Cristovam Buarque, Marta Suplicy, Roberto Freire, José Aníbal, outros e outras.

Confirmaram presença em um ato pelo impeachment?

Não!

Confirmaram presença em um ato pelo Fora Bolsonaro?

Não!

Confirmaram presença em um ato “em defesa da vida, da vida e proteção social”.

Parece piada.

Mas não é piada.

Pois também confirmaram presença neste ato Marina Silva, Ciro Gomes, Márcio França, Flávio Dino e muitos comunistas.

Para eles, é a materialização prática da Frente Ampla. Portanto, estão fazendo algo coerente com o que propõem, concordemos ou não com a tal “frente ampla”.

Mas também confirmaram presença Fernando Haddad e alguns petistas, além de Boulos e Freixo.

Para estes, é a expressão da “teoria das duas frentes”, uma frente ampla pela democracia e uma frente de esquerda para lutar pelo futuro. Demonstrando que tanto no PT quanto no PSOL, seguem convivendo duas táticas na luta contra o bolsonarismo.

Estes setores do PT e do PSOL não percebem que estão fazendo uma “frente” com quem não tem nenhum compromisso com a democracia. Pois se aqueles “aliados” tivessem algum compromisso com a democracia, fariam autocrítica na prática e defenderiam pelo menos o impeachment.

No que isso vai dar?

Pode não dar em nada, como não deram em nada, até agora, ensaios como aquele patético manifesto Juntos em torno da “lei e da ordem”.

Mas também pode dar em alguma coisa.

Por exemplo, numa saída com Mourão.

E na cooptação daqueles setores de esquerda (inclusive do PT) que parecem ansiosos por fazer, em 2020, aquilo que os setores consequentes da esquerda não aceitaram fazer entre 1980 e 1989: ser a quinta roda do carro da burguesia-dita-liberal.

(*) Valter Pomar é professor da UFABC  membro do Diretório Nacional do PT

PS: 15h28, a jornalista Monica Bergamo informou que Michel Temer e José Sarney desistiram de participar.

Este post tem 2 comentários

  1. Ricardo de azevedo

    Você acha que Stalin errou quando fez a frente com Churchill para combater o nazismo? Voce acha que Mao errou quando fez a frente com o Kuonintang para combater a invasão japonesa?

  2. Maria Da Fé Ramos Pontes

    Austeridade é o direito que temos pra ser esquerda . De outro modo não é preciso se autoenganar é prejudicar nosso projeto.

Comente!