Atos são contra a fome, o desemprego, contra a destruição de serviços públicos, privatização de estatais e contra o aumento geral dos preços no país; Confira as datas

Publicado originalmente no site do PT

Partido dos Trabalhadores, na permanência da luta pelo #ForaBolsonaro, divulga calendário de lutas para as próximas mobilizações de rua contra o desgoverno, contra a fome, o desemprego, a destruição de serviços públicos, a alta dos preços e a privatização das estatais. As orientações serão compartilhadas com os diretórios e toda a militância do PT.

No dia 18 de agosto, haverá a Mobilização Nacional do Setor Público para dialogar com a população sobre a gravidade da destruição de serviços públicos, contra a privatização de estatais, contra o desemprego, contra o aumento geral dos preços e da fome.

O PT seguirá na resistência contra o governo da morte, do desemprego e da fome por isso aprovamos para as próximas semanas um calendário de mobilizações. Além disso, junto com a campanha Fora Bolsonaro faremos novos atos na rua. A ideia é manter o povo mobilizado e não dar trégua, seguir denunciando dos desmandos de Bolsonaro e os ataques à democracia”, ressalta a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann.

PT Solidário

O Dia Nacional de Mobilização do PT Solidário está agendado para o dia 4 de setembro. Neste dia, em todo o Brasil haverá arrecadação de alimentos e agasalhos para a população em vulnerabilidade.

Pelo menos 116,8 milhões de brasileiros passam fome ou vivem em situação de insegurança alimentar no Brasil, conforme pesquisa divulgada pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan).

A mobilização pela coleta de alimentos é uma ação complementar da luta do Partido dos Trabalhadores pela retomada do auxílio emergencial de R$ 600,00 e por empregos.  De acordo com os organizadores do PT Solidário, “a fome não espera” e, diante disso, é preciso buscar maneiras de amenizar as dificuldades do povo.

Campanha Fora Bolsonaro

A Campanha #ForaBolsonaro tem nova data para os brasileiros voltarem às ruas pelo impeachment de Bolsonaro, pela soberania nacional e popular, comida no prato, vacina no braço e auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia do Coronavírus. As organizações que fazem parte da campanha nacional agendaram o próximo ato para o dia 7 de setembro.

O PT estará engajado na construção da maior jornada de lutas realizada até agora! Fora Bolsonaro! Impeachment já!

Confira o calendário de lutas abaixo:

Da Redação

 

Comente!