Página 13 divulga proposta de resolução da militância petista Articulação de Esquerda para debate na direção do PT de Sergipe.

Em defesa da democracia no PT e da candidatura petista ao Governo de Sergipe
Por um Sergipe democrático e popular

A militância da tendência petista Articulação de Esquerda, frente a convocação do Diretório estadual do PT para 12/03/2021, decidiu apresentar ao PT e ao petismo a seguinte resolução política:

1. A luta pelo FORA BOLSONARO – VACINA JÁ – AUXÍLIO EMERGENCIAL 600 REAIS – LULA PRESIDENTE deve ser o centro tático que organizará todas as ações do conjunto da direção e da militância partidária, do petismo e da esquerda social. É questão, literalmente, de vida ou morte deter o governo genocida que planeja e mata o povo brasileiro e pretende “fuzilar a petralhada” e a esquerda no geral;

2.Assim, o centro da atuação política do partido deve ser o aqui e o agora, o ano de 2021, no qual viveremos batalhas decisivas pelos rumos do país;

3.Desse modo, o PT deve construir, conjuntamente com as Centrais Sindicais e as Frentes, a seguinte agenda:
• 14/03, 7h30: Ato presencial na feira do Santa Maria.
• 20/03, 8h30 Carreata saindo da Orlinha do Bairro Industrial. Importante que o partido leve carro de som e mobilize a militância para levar bandeiras LulaLivre
• 24/03, 7h: Ato presencial na porta da PMA

4.Em relação ao ponto de pauta eleições estaduais em 2022, pelo já apresentado acima, defendemos que não é o momento para tratar da tática eleitoral estadual.

5. Mas pelo entusiasmo apresentado pela maioria da executiva que convocou esse diretório, a proposta de debater a tática eleitoral será aprovada. E diante desta possibilidade, defendemos que o diretório estadual:

a) aprove calendário de discussão sobre a caracterização do atual momento do Brasil e do Estado, sobre diretrizes programáticas e política de alianças.

b) que, simultaneamente, o partido abra democraticamente prazo para inscrição das pré-candidaturas para a chapa majoritária, como determina o Estatuto do PT;

6. Para não repetir a recente derrota política que o PT viveu nas eleições municipais, em especial em Aracaju. Afirmamos que o importante é a linha política imediata a ser adotada em 2021. Nesse sentido, qualquer movimentação eleitoral e apresentação de pré-candidaturas petistas devem estar condicionadas:

a) fazer oposição ao governo Belivaldo;

b) lutar para derrubar as maldades já aprovadas pelo Governo Belivaldo, em especial a reforma da previdência estadual e o desconto de 14% das aposentadas e aposentados do Estado;

c) debater desde já e apresentar no pleito eleitoral diretrizes programáticas que sinalizem um desenvolvimento para Sergipe de novo tipo, alicerçado nos interesses imediatos e históricos da Classe Trabalhadora;

d) construir uma política de alianças com partidos de esquerda: PT, PSOL, PCB, PSTU, PCO, PCdoB, UP, Consulta Popular e as Frentes Brasil Popular e Povo Sem medo;

Aracaju/SE, 12 de março de 2021.

(PROPOSTA PARA DEBATE NO DIRETÓRIO ESTADUAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES E DAS TRABALHADORAS DE SERGIPE)

Comente!