No município de Três Lagoas/MS, PT  e PSOL formaram uma aliança para disputar a prefeitura da cidade.  Lançaram a professora Kaelly Saraiva (PSOL) como candidata a prefeita e o petista Vanderlei da Silva como candidato a vice. A esquerda disputa as eleições para a prefeitura contra outras chapas, uma inclusive encabeçada pelo PSDB e DEM.

No entanto, o deputado federal petista, Vander Loubet, manifesta-se em um vídeo de campanha pedindo voto para Cristiane Lopes, candidata à vereadora pelo PSDB, mesmo com o PT apresentando chapa própria para a Câmara de Vereadores e disputando contra a direita o voto pela administração da cidade.

A justificativa do deputado no vídeo, para o apoio à candidata do PSDB, é de que ela lhe “ajudou na campanha de 2018“.

A violação à fidelidade, à disciplina e aos deveres partidários constituem infrações ao estatuto do Partido. As circunstâncias em que elas ocorrem agravam ainda mais a situação. O Diretório Regional do Mato Grosso do Sul e o Diretório Nacional devem e precisam tomar medidas em defesa do Partido. Não se pode fechar os olhos para um absurdo como esse.

Segue o vídeo:

 

 

 

 

 

Este post tem um comentário

  1. Clotilde Bernal

    Peço atenção,também, à legenda colocada no vídeo. No momento em que o dep. Vander se apresenta o texto mostra ” deputado Bolsonaro”. Entendo que o partido deve tomar decisão rápida sobre o caso, afastando esse senhor.

Comente!