URGENTE : Luisa Hanune condenada a 15 anos de prisão

No início de maio, a principal dirigente do Partido dos Trabalhadores da ArgéliaLuisa Hanune, foi presa provisoriamente por determinação do Tribunal Militar de Blida, em um contexto de grandes manifestações populares contra o atual regime político, das quais seu partido participa plenamente.

Candidata à presidência do país africano por três vezes e deputada federal por cinco mandatos consecutivos, Hanune é acusada de “complô contra o regime”.

O referido tribunal decidiu condenar Luisa Hanune à 15 anos de prisão fechada, depois de um processo relâmpago, porque, na realidade, a decisão política já havia sido tomada. Seus advogados denunciaram um processo político e vão apelar da decisão.

Diante desta notícia, torna-se ainda mais importante e urgente a presença no ato desta quarta-feira, 25.09, às 14h00, em frente à Embaixada da Argélia em Brasília: *SHIS – QI 9 – Conj 13 – Casa 1*.

*Com informações do portal da CUT.

 

 

 

Comente!

Fechar Menu
×

Carrinho