A Articulação de Esquerda, tendência do PT tem uma longa trajetória de atuação no movimento sindical, atualmente temos três representantes na executiva nacional da CUT (Jandyra Uehara, Ismael César e Ivonete Alves), temos oito representantes na direção nacional, presidimos as CUTs Sergipe e Rio Grande do Norte e estamos na direção executiva de outros nove estados, além de estarmos presentes em direções de sindicatos de diversos ramos e oposições sindicais em todas as regiões do país.

Na direção nacional do PT temos 5 membros, entre os quais a sindicalista Jandyra Uehara, estamos em coletivos sindicais de diversos estados e elegemos o secretário sindical do Mato Grosso do Sul.

Em tempo, manifestamos ao secretário nacional do PT, Paulo Cayres, a nossa disposição política de compor o Coletivo Nacional Sindical do PT, que na ocasião disse que haveria reuniões com todas as forças políticas que atuam no movimento sindical para composição da chapa. No entanto, ou estas reuniões não aconteceram e a chapa foi montada ao bel prazer de uma pequena cúpula ou a Articulação de Esquerda foi excluída deliberadamente do processo, pois em nenhum momento fomos comunicados sobre a realização destas reuniões.

Deste modo, a chapa nacional foi composta sem a nossa participação, bem como desconhecemos os métodos e critérios utilizados, o que fere a democracia interna e a busca da necessária unidade para o enfrentamento da conjuntura.

Deixamos aqui os nossos protestos e seguimos na luta.

Coordenação Nacional do Setorial Nacional da Articulação de Esquerda

Comente!