Por Valter Pomar (*)

Na versão simples, uma imagem pode valer por 1 mil palavras.

Na versão complexa, “posto que os primatas são animais visuais, os argumentos complexos se representam ou sintetizam melhor em forma gráfica” (Stephen Jay Gould).

Quem duvida, veja a cena abaixo:

Segundo esta cena: 1/Bolsonaro segue governando até 2022; 2/Lula recupera seus direitos políticos, concorre e vence as eleições presidenciais; 3/Bolsonaro aceita o resultado e, democraticamente, passa a faixa a Lula.

Golpismo?

Tutela militar?

Governo miliciano?

Neofascismo?

Lawfare?

Estes e outros problemas serão superados.

Tornando desnecessário o Fora Bolsonaro e outras orientações para “tempos de guerra”.

Mas melhor ainda é ver a cena acima, repercutida amplamente e com a legenda abaixo.

 

Imagem e legenda constituem síntese mais que perfeita das ilusões que um setor da esquerda brasileira segue alimentando, apesar de tudo o que ocorreu e está ocorrendo, no compromisso das elites com a democracia.

Isto posto, o jeito é reler Pirandello: “Assim é (se lhe parece)“.

(*)  Valter Pomar é professor da UFABC e membro do Diretório Nacional do PT

ps. terminei de escrever a nota acima e leio isto aqui: https://revistaforum.com.br/noticias/dirigente-do-mst-e-sequestrado-e-assassinado-a-tiros-no-interior-do-parana/

ps2. Ênio Pasqualin presente! Algum dia todo o sangue derramado será cobrado com juros e correção monetária.

Cosi e (se vi pare), de Luigi Pirandello.

Comente!