Nesta entrevista ao Página 13, o presidente da CUT Sergipe, Rubens Marques de Sousa, mais conhecido como Professor Dudu, fala acerca do governo dirigido por Jackson Barreto.

Página 13. O povo de Sergipe passa bem?

Professor Dudu. De forma alguma. O povo sergipano vive um dos piores momentos das últimas décadas. Dados recentes do IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e do Anuário Socioeconômico do Departamento de Economia da UFS revelam que Sergipe proporcionalmente é o estado mais violento do Brasil, e as principais vítimas têm classe social, cor, grau de escolaridade, idade e endereço, ou seja, são negros, pobres, moradores da periferia e de baixa escolaridade, com idade entre 17 e 21 anos. Isso significa que o governo Jackson Barreto é um desastre na área da segurança pública, mas não só, porque a educação também vai mal, não apenas porque aumentou o número de analfabetos, mas porque além de congelar salários dos professores e servidores da educação há quatro anos, parcelar pagamento dos aposentados e sucatear as unidades escolares, o governo de Sergipe reproduz ipsis litteris o receituário neoliberal do governo golpista de Michel Temer e do Ministro da Educação Mendonça Filho. Se na segurança e na educação as coisas vão mal, na saúde não é diferente. Dados revelam que mais de 70% dos serviços foram terceirizados. A prestação de serviços é ruim e não há perspectiva de melhorar com o atual governo. Além da assistência à saúde, na área da previdência o caos é total e os dois fundos de aposentadoria (FINANPREV e FUNPREV) estão falidos e o governo não apresenta proposta concreta para capitaliza-los. Para completar a balburdia, as páginas do programa de governo nos capítulos da assistência social e também da cultura ainda não foram abertas.

Nesta situação que você descreveu. Qual cota de responsabilidade cabe a Temer e que cota de responsabilidade cabe a JB?

Coloco os dois no mesmo patamar, uma vez que o golpista Michel Temer só está se sustentando na presidência – para impor a agenda criminosa dos banqueiros e empresários nacionais e das transnacionais – porque tem apoio principalmente no Congresso Nacional, na mídia e em setores do judiciário, e por falar no congresso nacional o PMBD de Sergipe, que é liderado pelo governador Jackson Barreto, votou favorável ao impeachment da presidenta Dilma e tem votado favorável às reformas da morte, portanto, Sergipe é hoje uma caixa de ressonância do governo Temer.

E como ficam aqueles partidos de esquerda, como o PT, que apoiaram JB em 2014?

Acho que já deveriam ter desembarcado há muito tempo, pois não justifica continuar respaldando um governo decadente e arrogante que anda na contramão da história, e por isso frustrou a expectativa da maioria do povo sergipano que lhe confiou o voto, sem contar que para viabilizar a sua candidatura ao senado Jackson não tem limites, e pode levar para o seu palanque todos os golpistas de Sergipe. É melhor desembarcar enquanto há tempo do que passar por constrangimento quando não for possível mais reagir. O PT continuar à reboque de Jackson Barreto é um péssimo negócio.

Se a esquerda, encabeçada pelo PT, eleger o próximo governador sergipano, quais deveriam ser as prioridades?

O PT deverá construir uma grande articulação com setores progressistas do estado para fazer uma verdadeira cruzada pela reconstrução de Sergipe. Será necessário muito empenho para viabilizar a segurança pública, a saúde, a educação e tirar do papel as políticas de cultura e inclusão social. E isso passa por investimentos em infraestrutura e valorização profissional. Para investir bem o Estado fará diagnósticos nas áreas fundamentais. O governo deixará de ser um clube de amigos e passará a ser um estado para todos os sergipanos (governo popular e democrático). O PT vai resgatar a confiança e a autoestima do povo.

Em 2018, Lula Vencerá as eleições presidenciais em Sergipe?

Sem dúvida nenhuma. A última passagem dele por Sergipe em sua caravana mostrou o quanto continua respeitado e amado pelo povo. Ele é tão popular aqui em Sergipe que até políticos que referendaram o golpe trocaram cotoveladas para fazer uma selfie com o ex-presidente. Os sergipanos reconhecem os benefícios que o estado recebeu durante os governos de Lula e Dilma, estão por toda parte, das rodovias as universidades. As políticas de inclusão foram desmontadas pelo governo golpista. O povo vê também em Lula a esperança da geração de emprego. Ele só não será presidente pela terceira vez caso as elites perversas desse país consigam uma artimanha para interditá-lo. 

Nesta confusão toda que está a política nacional, continua valendo a pena ser petista?

Sim. Apesar das contradições vale a pena sim, pois contradições existem até nas igrejas, imaginem nos partidos políticos. Viver já é um exercício permanente de enfrentamento e superação das contradições. Ela é fruto da dialética da vida. O PT com Lula e Dilma mudou o Brasil, e está sendo perseguido pela classe dominante muito mais pelos acertos do que propriamente pelos erros. Os legados são inquestionáveis.

Deixe uma resposta

Fechar Menu